Atividade Física e Desporto

Benefícios

A prática de atividade física e desporto é extremamente importante e recomendada para pessoas com displasia óssea. O exercício físico tem vários benefícios:

  • Melhorar a força muscular, a resistência e a flexibilidade

  • Melhorar a coordenação

  • Melhorar a digestão

  • Promover o relaxamento

  • Ajudar na gestão do peso

  • Ajudar na gestão da dor

  • Melhorar a autoestima

Os adultos com incapacidade têm mais probabilidade de ter doenças cardíacas e a actividade física aeróbica pode ajudar a reduzir o impacto desta doença crónica. Globalmente, pretende-se que mais crianças, jovens e adultos com displasia óssea possam experimentar diferentes formas de atividade física e desporto e que, assim, possam alcançar novos objetivos de aptidão pessoal.

 

Com que frequência se deve praticar?

A atividade física regular é uma das coisas mais importantes que pode fazer pela sua saúde. Praticar exercício físico pelo menos 30 minutos por dia, 4 a 5 dias por semana permitirá obter benefícios para saúde. No caso das crianças, é importante que possam exercitar-se pelo menos uma hora, 5 a 7 dias por semana.

 

Quais as atividades físicas seguras?

O exercício físico para pessoas com displasia óssea deve ser moderado ou aeróbico, e as atividades de risco baixo a moderado. Não existe uma fórmula certa para todas as pessoas e é sempre importante estar alerta e avaliar caso a caso, pois a capacidade para certas atividades dependerá do diagnóstico individual e de outras questões médicas.

As atividades de baixo risco são recomendadas porque representam um menor risco de queda e são menos extenuantes para as articulações. Idealmente, deverá haver um acompanhamento por profissionais de saúde (fisiatra, reumatologista, fisioterapeuta), mas se forem tomadas precauções as atividades de risco moderado podem ser realizadas com segurança.

 

Atividades de baixo risco

  • Caminhadas

  • Natação

  • Ténis de mesa

  • Ioga

  • Pilates

  • Tai-chi

  • Dança

  • Badminton

  • Tiro com arco

  • Bowling

  • Canoagem

  • Golfe

  • Vela

  • Mergulho

A natação é a atividade ideal porque a flutuabilidade na água permite um ambiente de exercício de baixo impacto para o esqueleto e articulações.

Nadar...
... promove fortalecimento muscular, resistência e flexibilidade
... promove uma postura adequada
... promove a aptidão cardiovascular
... promove relaxamento físico e psicológico
... encoraja a socialização
... melhora a auto-estima

 

Atividades de risco moderado

Certifique-se de utilizar o equipamento de proteção recomendado. Em alguns casos poderá ser necessária formação e/ou pré-avaliação e acompanhamento por profissionais de saúde.

  • Bicicleta

  • Squash

  • Ténis

  • Voleibol

  • Windsurf

  • Basquetebol

  • Ciclismo

  • Body building

  • Futebol 

  • Caiaque

  • Ginástica

  • Treino funcional 

 

Como melhorar o desempenho da atividade física?

Para atingir objetivos pessoais podem ser realizadas atividades acompanhadas por profissionais, como:

  • Treino de força

  • Treino de resistência

  • Estabilização da coluna / força abdominal (por exemplo, Pilates)

  • Alinhamento postural e biomecânica

  • Movimentos livres

Terapias complementares, como fisioterapia e terapia ocupacional, poderão também ser de grande utilidade. A Fisioterapia é recomendada para melhorar o movimento e a flexibilidade através da realização de exercícios terapêuticos; para melhorar a atividade respiratória (o ioga também é uma boa opção); para o treino de mobilidade (adaptável a cadeira de rodas, carrinhos de passeios, treino de marcha, etc.).

 

Conclusão

  • Todos podemos beneficiar das vantagens da atividade física para a saúde - idade, capacidade, etnia, forma ou tamanho não importam.

  • Consulte sempre o seu médico antes de iniciar qualquer atividade de maior intensidade ou risco

  • Utilize equipamentos ajustados ao seu peso e corpo, para aumentar a sua segurança

  • Consulte profissionais e obtenha formação para realizar exercícios em segurança

  • Se for suscetível a lesões ao nível do pescoço, recomenda-se uma avaliação da estabilidade da sua coluna cervical a cada 2-3 meses, enquanto participa na atividade física

  • Acima de tudo, divirta-se!

 

 

Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD), associação com estatuto de ONGPD que defende o desenvolvimento da prática de modalidades desportivas para as pessoas com deficiência, publica anualmente a Revista Científica da FPDD "Desporto e Atividade Física para Todos" que tem o objectivo de oferecer oportunidades de divulgação dos trabalhos científicos de professores, investigadores e alunos de Universidades e Institutos Superiores no âmbito do desporto para as pessoas com deficiência.

 

Consulte também a página da Direção Geral de Educação (DGE) sobre desporto escolar.

PARTILHAR: