Comissão Europeia nomeia Inês Alves para o Comité dos medicamentos órfãos na EMA

5 Julho 2021

"Quando se entra no mundo das doenças ou condições raras, a primeira pergunta é "Há algum tratamento? O que pode ser feito?"

Quando existem mais de 7000 doenças raras e tratamento só para 5%, é urgente promover e colaborar na investigação científica e clínica, de forma a acelerar o desenvolvimento de medicamentos órfãos para tratar ou reduzir o impacto de doenças raras.

Poder "dar a voz" e representar organizações de pessoas com condições raras de toda a Europa é uma enorme responsabilidade e muito desafiante mas será com enorme motivação que colaborarei com o COMP, com foco nas pessoas e nas famílias. E é um enorme orgulho poder representar a ANDO e as displasia ósseas na EMA e Europa"

Inês Alves


Os Comités da Agência Europeia do Medicamento

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) tem sete comités científicos que avaliam os medicamentos ao longo do seu desenvolvimento, desde as primeiras fases de investigação, à fase de avaliação de autorização de comercialização, até ao controlo da segurança já depois dos medicamentos chegarem ao mercado.

O Comité dos Medicamentos Órfãos (COMP) é responsável pela avaliação dos pedidos de designação de medicamentos órfãos. Esta designação destina-se a medicamentos a serem desenvolvidos para o diagnóstico, prevenção ou tratamento de doenças raras que ponham a vida em risco ou que sejam muito graves.

É com base na opinião do COMP que a Comissão Europeia (CE) decide se concede uma designação de medicamento órfão. Esta designação permite a uma empresa farmacêutica beneficiar de incentivos da União Europeia, tais como taxas reduzidas e protecção contra a concorrência, assim que o medicamento é colocado no mercado.


Inês Alves nomeada membro do COMP

Inês Alves, presidente da ANDO Portugal, foi nomeada pela Comissão Europeia para um mandato de 3 anos para membro do COMP, como representante de organizações de doentes. Esta deliberação foi publicada no diário da Comissão Europeia a 14 de Junho 2021.

O COMP reune todos os meses, durante 3 dias, para avaliação de pedidos de designação órfã, avaliação da manutenção desta designação e elaboração de directrizes entre outras ações. É constituido por:

  • um membro nomeado por cada um dos Estados Membros da UE;
  • um membro nomeado pela Islândia e pela Noruega;
  • três membros nomeados pela Comissão Europeia, por recomendação da Agência;
  • três membros representantes de organizações de doentes nomeados pela Comissão Europeia.

 

Membros do COMP

Dos 36 membros do COMP, existem agora membros de Portugal, Dinah Duarte, Chefe da Unidade de Avaliação Científica e Direcção de Avaliação dos Medicamentos do Infarmed, e Inês Alves, presidente da ANDO Portugal.

 

Publicação da decisão no diário da Comissão Europeia a 14 de Junho 2021:

PARTILHAR: