Uma oportunidade única de conhecer, saber mais e desenvolver competências em displasias ósseas, num dos mais conceituados hospitais pediátrico do mundo.
A Bolsa terá o formato de um estágio extracurricular / externship com duração de 2 semanas.
 
Esta é uma iniciativa ANDO Portugal e a edição de 2020 decorrerá nEvelina Children´s Hospital London, Reino Unido, com a equipa multidisciplinar do Programa de Displasias Ósseas.

Quem se pode candidatar?

Alunos de universidades Portuguesas dos seguintes anos:
  • 4º ou 5º ano do Mestrado Integrado de Medicina
  • 3º ou 4º ano de Licenciatura em Fisioterapia

Quantas bolsas serão atribuída?

Serão atribuidas 2 bolsas,  uma bolsa a um aluno de mestrado integrado em medicina e outra bolsa a um aluno de licenciatura em fisioterapia. 

Período de candidatura

De 1 a 31 de Março de 2020

Datas do estágio

De 4 a 18 de Julho de 2020

NOTA Importante - COVID-19

Perante a situação atual de pandemia, a ANDO Portugal está a avaliar novas datas para o estágio, possivelmente entre final de Agosto e início de Setembro, a implementar caso a normalidade na saúde pública não seja restabelecida nos próximos meses. 

No presente momento, as datas de estágio serão mantidas como indicado.                                                            

2 semanas de estágio em Londres

Observe, questione a equipa, aprenda em consulta, cirurgia e terapias, sobre diagnóstico, seguimento multidisciplinar e decisão clínica, num estágio extracurricular de prestígio internacional. Siga de perto a equipa multidisciplinar do Serviço de Displasias Ósseas, coordenada pela Dra. Melita Irving.

melita 2

Dra. Melita Irving

Conheça mais do hospital Evelina e da Dra. Melita Irving aqui.

Inês e Carolina site bolsa

Displasias Ósseas

Constituem um grupo heterogéneo de 461 condições raras ósseas de origem genética que causam alterações profundas do esqueleto, dentina ou cartilagem, resultando em baixa ou extrema baixa estatura. São condições crónicas, debilitantes, progressivas, e pouco conhecidas entre profissionais de saúde, tendo um grande impacto a nível físico, social e emocional.

As displasias ósseas levam à ocorrência de múltiplas patologias a diversos níveis sistémicos. Atualmente só existe tratamento para 2% das displasias e por serem doenças raras, o seguimento clínico é fraturado, havendo uma enorme necessidade de aumentar conhecimentos e experiência dos profissionais de saúde nesta área.

A Bolsa ANDO representa uma aposta no futuro ao criar a oportunidade para estudantes de Medicina e Fisioterapia ganharem experiência clínica especializada em displasias ósseas

E porquê um estágio dedicado a displasias ósseas?

Para a ANDO Portugal, o acesso a cuidados de excelência por profissionais de saúde experientes e dedicados, assim como acesso a estudos e ensaios clínicos, tem de ser possível no nosso país. A maioria dos profissionais de saúde desconhece o que são displasias ósseas e outras doenças raras.  A Bolsa ANDO é o início de um novo ciclo de  experiências e conhecimento centrados na pessoa com displasia óssea. A sua motivação será o fator chave para este estágio!

 

Uma nova experiência

Na Bolsa ANDO é uma oportunidade única de aprender sobre uma área onde ainda há muito para conhecer. Serão cobertas despesas de viagens, alojamento, deslocação em Londres, seguros de viagem e saúde.

Viver Londres - a metrópole multicultural

Alojamento em residência para estudantes universitários que recebe alunos de todo o mundo.

Aprende com os Especialistas

Os alunos selecionados terão a oportunidade de observar a equipa do Programa de displasias ósseas em ação, conhecer profissionais de saúde experientes e partilhar momentos com crianças com displasias e famílias

Critérios de avaliação de candidatura

O período de candidaturas decorrerá entre 1 a 31  de Março de 2020. Serão considerados os seguintes elementos para validação e avaliação das candidaturas:

  • Carta de motivação redigida em INGLÊS – 1 página A4 máximo, arial 11, espaçamento 1,5
  • Nível de Inglês proficiente falado e escrito
  • Declaração informal da média de curso (até ao momento)
  • Declaração de compromisso de honra de realização de um dos seguintes trabalhos sobre displasias ósseas até 31 Janeiro 2021: Artigo científico / Artigo de revisão / Estudo de caso clínico / Tese de Mestrado ou de Licenciatura*

*Entrega de proposta de trabalho na sua Instituição de Ensino Superior até 30 de Outubro 2020

 

Processo de avaliação de candidaturas

  • As candidaturas serão primeiramente selecionadas com base avaliação da carta de motivação e média de curso.
  • Seguidamente, será realizada uma entrevista por teleconferência, conduzida em inglês, aos 5 melhores candidatos de cada curso;
  • As candidaturas serão avaliadas por um júri nacional e internacional.
  • Os 5 melhores candidatos de cada curso serão contactados para entrevista até dia 10 de Abril.
  • Entrevista em inglês entre 10 e 20 de abril

Júri

Médica pediatra endocrinologista, consultora genética, Coordenadora da equipa de displasias ósseas do Evelina Children´s Hospital London – Guys and St Thomas Hospital NHS Foundation Trust

Professor Doutor Sérgio Sousa

Médico geneticista clínico, Ph.D., Coordenador da Consulta Multidisciplinar de Displasias Ósseas do Hospital Pediátrico de Coimbra, CHUC

Doutora Moira Chueng

Médica Pediatra endocrinologista, Ph.D.,  Evelina Children´s Hospital London

20190920_160005

Doutora Carolina Lemos

Bióloga, Ph.D., investigadora em epidemiologia genética de doenças mendelianas e complexas no I3S, Porto

Doutora Sandra Amado

Fisioterapeuta, Ph.D. em motricidade humana, professora adjunta na Escola Superior de Saúde do Politécnico de Leiria, ESSLei  investigadora no CDRsp.





Dra. Inês Alves

Presidente da ANDO Portugal, Médica veterinária, patient expert e Consultora em doenças raras 

Datas Relevantes

  • Candidaturas de 1 a 31 de Março 2020
  • Entrevistas entre 10 e 20 de Abril
  • Anúncio público dos alunos selecionados a 26 de Junho, no 1º Congresso ANDO 2020.

O Hospital

Créditos das imagens: Agenda d’Emoções, Tim Kiser